18 de ago de 2011

Cego é acusado de baixar filme pirata




Elas já processaram crianças, idosos, pessoas mortas – e até gente que nem computador tinha. Mas, agora, as associações de gravadoras e estúdios de cinema dos EUA parecem ter se superado: estão acusando um homem cego de ter baixado ilegalmente um filme, e pedindo indenização de US$ 150 mil. Os advogados das empresas alegam que o filme em questão era pornô (que, em tese, o sujeito poderia ter baixado para ouvir o áudio). O cego, cujo nome está sendo mantido em sigilo judicial, diz que não baixou nada – e que outra pessoa pode ter entrado na rede Wi-Fi da casa dele, que estaria sem senha, e aí feito o download pirata. Que bizarro.

Fonte: Blogs Super 

Um comentário:

MINISTÉRIO BATISTA BERÉIA disse...

Não duvido que ele tenha feito isso. Ontem passamos um filme na igreja e um cego foi para assistir (rs).

Leia também...

2leep.com