16 de set de 2011

5 Expressões mais mal usadas por evangélicos


5 – EXORTAR
Essa expressão é usada de modo equivocado em 100% das Igrejas. Segundo qualquer dicionário, exortar significa “animar, incentivar, estimular”. Logo, exortar o irmão que está em pecado na verdade não significa repreende-lo. Quem está vivendo no erro não precisa de um incentivo, mas de um auxílio.

4 – LEVITA
Essa morreu no Antigo Testamento. Os Levitas eram descendentes da Tribo de Levi, e eram encarregados de TODO O SERVIÇO no Templo. Mas Levita tem sido usado como sinônimo de músico. Besteira pura! Pra começar a música no serviço levítico era a menor das tarefas. A faxina, organização e carregar peso nas costas, isso sim era a parte mais importante do trabalho. Levando em conta que não somos judeus, não somos descendentes daquela tribo e também lembrando que o Templo não existe mais, então estamos dispensados do serviço levítico. Músico é músico. Ponto.



3 – PROFETA
Segundo a bíblia, profeta é aquele que revela a vontade de Deus ao povo. Simples assim. Porém tornou-se comum considerar que profeta é uma espécie de adivinho. Heresia pura! Considerando que TODA A REVELAÇÃO está em Cristo Jesus e que o conhecimento acerca desta revelação está contida nas escrituras, um profeta legítimo não deve adivinhar nada, mas proclamar de maneira compreensível as coisas que estão contidas na palavra de Deus. Por isso Paulo afirma que o dom de profetizar é o dom mais excelente. E se você ainda paga pau pra adivinhos, lembre-se que ADIVINHAÇÃO é pecado.

2 – UNÇÃO
Como dizem por aí, UNS SÃO, outros NÃO SÃO. Agora falando sério… a expressão unção virou clichê na boca de crente. É unção disso, unção daquilo… tudo sempre buscando atender ao interesse economico; ou garantindo o controle das massas sob o pretexto de que UNÇÃO É PODER. Pra começar no Novo Testamento a palavra unção só é usada no sentido de afirmar que Cristo está em nós. Logo, ter unção é ter Cristo. Em todos os outros contextos, há ensinos explícitos sobre o ato de “ungir” pessoas, que seria orar com óleo, pedindo a Deus por curas específicas. Há algum poder neste óleo? Não mesmo. Mas é bom lembrar que no contexto bíblico, óleo também era considerado remédio para muitas doenças.

1 – ATO PROFÉTICO
Essa é a campeã da lista de heresias. Se sua igreja usa essa expressão, então a teologia por aí tem sido profundamente contaminada com valores neopentecostais. Pra começar não existe a expressão “ato profético” na Bíblia. Essa expressão surgiu na verdade como uma tentativa de disfarçar o conceito de podemos fazer coisas que “movem a mão de Deus” na direção de nossos desejos. Ou seja, heresia pura.

Meu conselho é… cuidado com as expressões.
Por que as mínimas coisas podem revelar grandes besteiras.
Vão com Deus!

Ops! Como alguém poderia ir “sem Deus”, se Deus é onipresente e está em todos lugares mesmo antes de eu pensar em me mover?

6 comentários:

Anônimo disse...

Já que estamos analisando a linguagem, nesse caso, é "mal", com L.

Marcus Lemos disse...

E evangélico tem acentuo agudo rs

Brincadeira, gostei muito do texto. Chega a ser incômodo como o jargão gospel mor tem sido utilizado de modo tão vazio e sem qualquer fundamento.

Tenho apenas uma observação, especificamente para o "exortar". Por mais que o dicionário diz o seu significado, o termo acabou ganhando novo significado pelo uso comum na igreja. A ação "exortar" não vai deixar de existir, nem a ação "auxiliar", pois independem do correto uso do termo para acontecerem.

Agora, com os outros jargões já é diferente, pois sobre esses termos há crenças que geram fé e ações distorcidas, como ungir com olho dá poder; ou que músico é levita; o perigo de cair em "profecias", que são adivinhações, como citou.

"Vai com Deus" não pode? Então lembre-se sempre que Ele está contigo!

Abraço1

Marco Alcantara disse...

Obrigado corrigido.

Abraços!

Anônimo disse...

É... depois quando eu digo que virou modinha ser crente ninguém concorda.
Não que as pessoas não tenham o direito de ser, longe disso, mas ter consciência do que segue saber o que segue é bom de vez em quando né?
Por essas e outras que estamos rodeados por tais expressões, pq se esse povo pelo menos lê-se a bíblia ao invés de apenas se dizer crente, com certeza isso em BOA PARTE seria evitado.
Que esse post venha alcançar e ensinar mesmo uma boa parte dessa galera!

pr Claudiney disse...

É EXATAMENTE TUDO ISSO QUE TENHO PREGADO, E POR SER TÃO DIFERENTE DOS DEMAIS, PARECE QUE EU ESTOU ERRADO.

PARABÉNS!

pr Claudiney Duarte

www.prclaudiney.com

Marco Alcantara disse...

Pastor Claudiney,

Continue na luta seja um remanescente. A igreja de Cristo aquela que é invisivel, indivisel e cheia de graça precisa de pastores realmente comprometidos com o eino. Pastores que realmente façam a diferença.

Que a igreja invisivel e indivisel seja vísivel por realizações cheia de graça e amor que é dom de Deus e não por jargões gospel.

Abraço!

Leia também...

2leep.com