16 de jan de 2008

Kaká e a Intimação Apostólica


Depois do Kaká consagrar seu troféu de melhor do mundo pela FIFA no culto da virada. Coisa que ele tem todo o direito de fazer por mais absurdo que qualquer um creia ser. Leia sobre AQUI.
Agora a Carta Capital entra no rolo. E conta sobre a intimação de Kaká devido ao seu envolvimento com a Renascer e os Hernandes.



"
Segundo revista, Kaká recebeu interrogatório de juiz de São Paulo.
A relação do meia Kaká, do Milan, com a Igreja Renascer, dos bispos Estevam Hernandes Filho e Sônia Haddad Moraes Hernandes, parece ir muito além da cessão do troféu de melhor jogador do mundo de 2007 que ganhou da Fifa para exposição. De acordo com a revista "Carta Capital" desta semana, o jogador foi intimado há quatro meses pelo juiz da 1ª Vara Criminal de São Paulo, Marcelo Batlouni Mendroni, para explicar sua relação com a igreja e com seus fundadores.
De acordo com a revista, Kaká paga um dízimo anual à Renascer no valor de R$ 2 milhões. O juiz enviou um pedido à Procuradoria- Geral de Milão em 14 de setembro do ano passado para interrogar o jogador. No interrogatório, Mendroni faz as seguintes perguntas, segundo a "Carta Capital": “Qual é seu grau de amizade e que relação tem com as pessoas acusadas? Os acusados costumam freqüentar a sua casa na Itália ou no Brasil? O senhor freqüenta a casa deles no Brasil ou nos Estados Unidos? Você sabe o destino que foi e que é dado ao dinheiro das suas colaborações?”. A revista informa que até esta quinta-feira o juiz não havia recebido as respostas.
Estevam e Sônia Hernandes, que já foram presos nos Estados Unidos, respondem a processos por evasão de divisas e lavagem de dinheiro naquele país."

Fonte:Globo Esporte


Doar dois milhões para obras assistências não seria de melhor proveito?
O dinheiro é do Kaká e isso não se discute se ele quiser pode queimar ou mesmo limpar o fiofó com ele.
O que me incomoda é a massificação do “tanto-faz-como-fez” uma espécie de comodismo com o que é errado de forma notória.


O pensamento é: ”Sou dizimista e sou fiel entrego meu dizimo e não me importo o que é feito com ele.”

Nem vou entrar no mérito de que o dízimo não é parte da graça que atingiu os gentios. Mas já que se dízima daria ao menos spara se preocupar com o que é feito com o dízimo.

Entendo que pastores são funcionários da igreja e não reis que recebem tributos. Além do que acredito que pastor bom é pastor que trabalha. Ué Paulo não fazia uns bicos por aí na época em que precisou de grana?!

Talvez o Kaká ainda dê tributos ao "rei-pastor-apóstolo" Estevam dele.

Mas poderia cobrar do Estevam que ele o servisse. Afinal a função do pastor não é de cuidar das ovelhas? Um dízimo que é usado por ladrões de ovelhas deve ser observado.

2 comentários:

Pavarini disse...

Blz, cara?

Mandei um e-mail p/ vc no Hotmail.

Esqueci de comentar que tb vou divulgar seu blog na minha newslewtter (130 mil internautas). Se não recebe o PavaZine#, me indique o e-mail p/ eu cadastrar.

O meu tá lá no blog, meio escondido... hehe

pavarini@uol.com.br

Abraço, rapá.

CapinaremosRH@gmail.com (Zanfa) disse...

Disponha.

=p

Leia também...

2leep.com