30 de mai de 2011

Para que Igreja ?


Por Reinaldo Rodrigues

A idéia de igreja surge com a finalidade primordial de domesticar o homem, impor-lhe objeções e dirigir seus passos em nome de deus, fazendo oposição aos mais íntimos desejos do homem de forma que o mesmo sinta vergonha e remorso de ser o que é, e a todos quantos se opuseram foram chamados de herege e se não foram banidos foram mortos, desde então a igreja assumiu o status quo ao qual são submetidos milhares de pessoas ao redor do planeta.

A salvação esta submetida a uma série de preceitos que vão além da fé na morte de Jesus pelos pecados do homem, são cursos, crismas, encontros, doutrinas que são necessárias para o atestado final de que a pessoa passou pela lavagem cerebral e esta totalmente domesticada, aponto de crer que um dia é mais ou tão importante quanto o sacrifício salvívico de Cristo na cruz, outros criam dogmas como da transubstanciação, de orar somente ajoelhados ou de véu, outros proíbem isso ou aquilo, há também os que liberam tudo, uma verdadeira desordem capaz de manter os encarcerados cheios de dúvida o que os obrigam a ficarem onde estão e a defenderem com unhas e dentes o que lhes foi ensinado.

Pastores, líderes, bispos, evangelistas, presbíteros, padres, reverendos, papas, acabaram se tornando verdadeiros proprietários da vontade de muitos que não dão um passo se quer sem consultar a esses homens, afinal em suas mãos estão a autorização para ser feliz, eles dizem quando e com quem namorar, quando e com quem casar, dão consultoria financeira e empresarial, administram muito mal a vida familiar de seus fieis, pois e ai que reside o calcanhar de Aquiles de todas essas denominações, o casamento é a grande janela que mostra ao mundo o que é realmente a igreja, o que sem dúvida é muito diferente dos cultos, missas e mega celebrações produzidas a custo de muito dinheiro e entretenimento gospel que distribui muito dinheiro aos “levitas” do nosso tempo.

A igreja não é parte do projeto de Jesus que na sua essência sempre foi a instauração do Reino de Deus entre os homens. “...Venha nós o teu reino...”

Diante da mulher samaritana Jesus deu-nos uma idéia clara de que não é importante TER uma igreja, de nada vale mostrar orgulho em ser CATÓLICO ou EVANGÉLICO , o Mestre sempre fez questão de mostrar que o importante é SER, ser um fiel representante do REINO DE DEUS, um reino onde o importante é o AMOR, o RESPEITO, o AUTRUÍSMO, a VERDADE, o COMPANHERISMO, a HUMILDADE, a SIMPLICIDADE, o PERDÃO, a CORAGEM, valores que estão dentro de nós, mascarados pelo PECADO que insiste em nos manter mortos a despeito da verdadeira vida proposta pelo CRISTIANISMO.

Não é milagre, não é um simples mudar de hábitos, é sim o reconhecimento de que a mensagem de Jesus pode mudar a própria vida, a de nossos semelhantes e de toda humanidade, dessa forma não é exagero dizer que Cristo é a resposta para todos os problemas do homem, mas não basta viver debaixo da insígnia da igreja nomeada pelas suas denominações e diversidades é preciso sim CORAGEM PARA SER COMO JESUS, RESPONDER AO MUNDO COMO JESUS RESPONDEU SEM ESCONDER O QUE ERA E NO QUE CRIA.

E isso é muito mais do que ser: CANÇÃO NOVA, CATÓLICO, CARISMÁTICO, ASSEMBLEIA DE DEUS, PRESBITERIANO, LUTERANO, BATISTA, METODISTA, IURD, COMUNIDADES AFIM, E TANTAS OUTRAS LOUCURAS QUE SE DIZEM IGREJA DE CRISTO, igreja que Ele nunca fundou.

Sola Gratia

[Fonte] Novo Começo

__________________________________________________

LOZ: Achei o texto pertinente e útil como exortação a quem congrega (eu congrego). Mas claro que sempre deve ser entendido e não sub-entendido que a Igreja como ajuntamento do corpo terá problemas tanto emergentes como institucionais. Afinal, qualquer ajuntamento de pessoas é falho justamente por ser constituido de pessoas, que naturalmente erram quer sejam batistas, presbiterianos, metodistas, pentecostais e afins.

A igreja é necessária desde que se proponha a transformar o local onde está, integralmente. Toda forma de poder só é validada verdadeiramente na forma do serviço (mordomia).

Espero que tenhamos maturidade para criticarmos o que realmente merece e que ainda não nos tornemos reféns da critica.

Contudo, se queremos mudar alguma coisa na periferia de nossa aldeia eclesiastica que comecemos pintando-a com tons de vida.

4 comentários:

Wallison Santos disse...

Milhares de pessoas se aglomeram nas igrejas ,para buscar Jesus Cristo. Será que essas pessoas não buscam as vezes status na comunidade (abastados), ou uma solução para uma vida perdida (desfavorecidos). Na sua maioria, desconhecem o termo igreja (corpo de Cristo) pois sim quatro paredes, um púlpito e bancos de madeira. Deus quer simplicidade, cumplicidade e não presença de corpo ou aglomeração animada.

Lucas disse...

Discordo em grande parte do texto.
Não basta apenas dizer que acredita, pois até mesmo o Maligno acredita em Deus. É necessário praticar o que Jesus nos ensina, e a Igreja age como comunidade. Se eu ficasse sozinho, poderia acreditar no que quisesse e ninguém discordaria de mim, mas é óbvio que poderia pensar em algo errado. Com uma comunidade, é possível discutir, debater e muito mais. Uma pessoa sozinha está muito mais propensa a tentações e ser desviada do caminho certo do que uma comunidade inteira que serve a Deus.
Lendo o texto, sou levado a acreditar que o autor sabe muito pouco sobre o assunto ou a igreja que ele frequenta/frequentava era totalmente diferente da minha (sou católico). "quando e com quem namorar, quando e com quem casar, dão consultoria financeira e empresarial, administram muito mal a vida familiar de seus fieis" - Nunca vi nada disso! Todos temos liberdades, padres nos levam o que Deus nos ensinou e nos aconselham em dúvidas e horas de dificuldade.
Participei de um encontro de jovens há algumas semanas e o que vi foi totalmente o contrário de uma lavagem cerebral: Foi um esclarecimento de dúvidas e uma ajuda com quem tinha problemas com a família extremamente emocionante, nunca vi nada igual.
Peço que analisem bem sobre o assunto. Não existe isso de "domesticado", e sim alguém que se desanimou com sua comunidade e busca alternativas a isso em outras ou sozinho.

14menos7 disse...

Isso tudo porque não houve domesticação ou coisa do tipo. Imagina se tivesse?

*********
Bom texto..

Davi disse...

Bom, então logo depois que Jesus deixou os apóstolos aqui, eles fizeram tudo errado. Não deveriam ter ficado juntos, tendo tudo em comum a partir de Atos 2. Deveriam ter dito: "Cada um por si". Aquele negócio de Paulo ficar escrevendo às igrejas que se reuniam na casa de Fulano e Beltrano foi um erro. Paulo deveria ter escrito coisa do tipo: "Parem de se relacionar! Parem de se reunir" (mas aconselhou que não parassem de se reunir, como era costume de alguns). Aquelas orientações sobre como deveria ser o culto (com decência e ordem)nem deveriam estar lá. Por que a igreja se reuniu para decidir o que fazer com os crentes da Antioquia? (Atos 15). Lá nesse episódio, segundo os "sem-igreja", deveriam ter dito: "façam o que quiser!" Esse movimento atual do "você-pode-ser-cristão-sem-ter-uma-comunidade" mais me parece com "você-pode-torcer-pro-corinthians-sem-nunca-assistir-a-um-jogo-e-sem-saber-o-nome-de-um-jogador-sequer".
Finalmente, se você se decepcionou com igreja, lembre-se que deve ter alguma igreja decepcionada com você.

Leia também...

2leep.com