26 de out de 2007

Adorador?!?



Sobre a premissa de que "adoração é um estilo de vida”.

Sei que muitos crêem que tudo tem que ser para o Senhor (sic) e concordo. Mas creio que existem coisas que são próprias da natureza humana e ínfima na relação com Deus.

A primazia de ser adorador não tem a ver com nenhum mover ou unção que pregam por ai ou até mesmo de que todo nosso ato comum e natural deve ser de adoração a Deus. Por exemplo, quando eu "bebo água" é um ato natural não um ato de "adoração".

Ou senão às vezes dizemos isso e aquilo é de Deus, é de Jesus e nem sabemos se realmente Deus quer aquilo ou não. Só determinamos o que damos. É como se Deus fosse o pedinte e nós os ofertantes graciosos. Sendo que independe de nossa vontade em dizer o que é ou não de Deus sendo que TUDO sempre foi Dele.



"Meu estilo é SER O QUE SOU! Sem termos e rótulos pré-moldados; assim vivendo de uma forma natural e racional posso adorar a Deus. Não ter essa compulsão espontânea ao acaso de adorador."



Nenhum comentário:

Leia também...

2leep.com