9 de nov de 2007

O Uno, O Logos e O Mal


A realidade suprema, o Deus é o Uno , o qual não é o conhecimento (uma vez que este supõe a dualidade do sujeito cognoscente e do objeto cognoscível - nem o Ser, mas antes a fonte inefável de todo ser e de todo pensamento. Ele é todas as coisas e nenhuma delas. É aquilo de que promana toda existência, toda vida e todo valor, mas ele próprio é de tal ordem que nada podemos afirmar a seu respeito, nem a vida, nem a essência; é superior a tudo e fonte absoluta de tudo.

"É certo que O Uno não está submetido a qualquer necessidade, não pode desejar coisa alguma - pois, desejar é sentir falta de algo, e ele é plenitude".

Mas o Uno é riqueza infinita, generosidade sublime. A perfeição suprema se difunde em si mesma, tende a engendrar outros seres que se lhe assemelham, ainda que menores. Assim como de um fogo ardente as chamas se irradiam, assim ocorre com os seres emanados do Uno. O primogênito de Deus é o Logos, a Inteligência. Essa Inteligência é o princípio de toda justiça, de toda virtude. A Inteligência é que faz a realidade ter uma forma, na medida em que ela é coerente e harmoniosa, na medida em que ela é Beleza.
A Alma é a mediação entre a Inteligência, da qual ela procede, e o mundo sensível, cuja ordem é constituída por ela. As almas individuais emanam dessa alma universal.

"O mal não é senão o apequenamento da sabedoria e uma diminuição progressiva e contínua do bem".

A alma que dizem prisioneira do mal é apenas uma alma que se ignora, uma luz mergulhada na bruma. O mal não é uma substância original, é só o procurado pelo reflexo do bem que fracamente ainda brilha nele. Nesse sentido, livrar-se do mal, não é, como para os gnósticos, destruir um universo para dar nascimento a outro, mas antes encontrar a si mesmo em sua verdade.

2 comentários:

Valter disse...

O redundante esforço em expressar o "O Uno, O Logos e O Mal" é extraordinário em sua sintese, que denota em até mesmo, em um lado subjuntivo e em uma compreenção latente, àquilo que é "visto" e inefável diante da complexidade e grandeza de uma criação e de um Criador. Parabéns.
Valtemir Costa

Eduardo disse...

putz.. nao entendi porra nenhuma doq o valtemir falou.. entrei aki soh por curiosidade mesmo.. .rsrs

[]´s
Tiu Du

Leia também...

2leep.com